segunda-feira, 26 de julho de 2021

Rayssa Leal transforma diversão e leveza em conquista nas Olimpíadas


Aos 13, skatista vira referência graças a talento e espontaneidade dentro e fora das pistas



Medalhista de prata nas Olimpíadas de Tóquio-2020 aos 13 anos, Rayssa Leal age de forma parecida dentro e fora das pistas de skate.

Leve e espontânea, ela vira a chave rapidamente para falar com convicção. Da mesma forma, num piscar de olhos é capaz de ir dos passos de dança com uma amiga competidora para a manobra que lhe garantiu o posto de mais jovem medalhista olímpica do Brasil, nesta segunda (26), na categoria street.

Antes de conversar com a imprensa no parque de esportes urbanos de Ariake, a atleta segurou sua medalha de prata e brincou que o objeto é mais pesado que os seus 35 kg. Depois recusou com gentileza quando o assessor que a acompanhava se ofereceu para segurar a mascote que ganhou no pódio. “É bonitinho, eu gostei dele.”



Leia mais na Folha de S. Paulo


0 comentários:

Postar um comentário