quarta-feira, 28 de julho de 2021

Líder dos entregadores antifascistas, Galo irá à polícia explicar atuação na queima da estátua de Borba Gato


Brasil 247  - O entregador de aplicativos Paulo Lima, também conhecido como Galo e líder de um grupo de entregadores antifascistas, divulgou nota após ser identificado pela polícia de São Paulo como um dos participantes do protesto que incendiou a estátua do bandeirante Borba Gato, em São Paulo. Na noite de ontem, ele divulgou nota em suas redes sociais. Confira:

Conhecido como “Galo”, Paulo Lima se apresentará amanhã, quarta-feira (28), ao 11º Distrito Policial de Santo Amaro, em São Paulo, que investiga o incêndio contra a estátua de Borba Gato ocorrido no último sábado.



O intuito é colaborar com as investigações de forma espontânea, mesmo que haja um mandado de prisão expedido em seu desfavor, e apresentar sua versão sobre a suposta participação no ato.

0 comentários:

Postar um comentário