sexta-feira, 16 de julho de 2021

Em apenas 3 dias de “farsa da facada 2” e o retorno de Adélio, morreram 5 mil brasileiros por culpa do gov. Bolsonaro

     


 A Postagem -Enquanto Bolsonaro requentava, pela milionésima vez, a farsa da facada em meio a uma tempestade de denúncias de corrupção milionária no ministério da Saúde, o Brasil perdia para a covid mais de 5 mil brasileiros, vítimas dessa política nefasta do governo genocida.



Pior, vendo que, desse total aumentou em mais de 20% a morte de jovens, ou seja, reduziu sim o número diário de mortes, mas num patamar absurdamente alto em que são perdidas em média 1.500 vidas, enquanto o país assiste Bolsonaro monopolizando o noticiário com a farsa do entupimento fecal.



Mas não é só isso. Mesmo que o Brasil tenha assistido e comentado o envolvimento de uma penca de coronéis no ministério da Saúde envolvidos em corrupção na compra das vacinas, ainda assim, o fato de Bolsonaro se expor como um mártir de uma luta do bem contra o mal, trouxe a ele algum benefício.

É bom que todos fiquem atentos para dois fatos, o uso escancarado da farsa pelo próprio Bolsonaro para aliviar a pressão que a CPI está fazendo sobre o seu lombo, e a antecipação da terceira parcela do auxílio emergencial de agosto para para esta semana, visando melhorar a imagem de um governo que está na garganta do inferno pelo genocídio que ceifou até aqui a vida de mais de 540 mil brasileiros.




0 comentários:

Postar um comentário