quinta-feira, 15 de abril de 2021

Pazuello cometeu graves omissões em gestão da pandemia e poderá ser punido por sugestão do TCU


O ministro do TCU Benjamin Zymler, relator da ação sobre a conduta do Ministério da Saúde na crise sanitária, disse que a pasta cometeu graves omissões no combate à pandemia da Covid-19.

Segundo Zymler, uma das ações da gestão de Pazuello foi mudar o plano de contingência do órgão na pandemia, com a finalidade de retirar responsabilidades do governo federal sobre o gerenciamento de estoques de medicamentos, insumos e testes. Para o TCU, o governo tinha que expandir as ações para assumir a centralidade da assistência farmacêutica e garantia de insumos necessários, mas fez o contrário. O ministério excluiu, por meio de regulamento, as suas responsabilidades. 

O relator sugeriu a abertura de processos para avaliar omissões do governo Bolsonaro na pandemia. As principais omissões do seu Ministério da Saúde, sob a administração de Pazuello foram  comunicação, testagem e distribuição de insumos e medicamentos. Segundo Zymler, o ministério descumpriu determinações anteriores feitas pelo TCU, as quais já apontavam a falta de planejamento em diversas áreas, informa O Estado de S.Paulo.

0 comentários:

Postar um comentário