sábado, 24 de abril de 2021

Bolsonaro tem 2 opções para indicar ao STF, diz Flávio


O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve escolher entre André Mendonça, advogado-geral da União, ou Humberto Martins, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), para assumir o lugar de Marco Aurélio Mello no STF (Supremo Tribunal Federal). O ministro vai se aposentar em 5 de julho.



Em entrevista ao jornal O Globo, Flávio explicou que outros nomes que eram especulados, como o procurador-geral da República, Augusto Aras, e o desembargador Willian Douglas foram deixados de lado.

Entre a família Bolsonaro, não há conclusão de quem é o melhor candidato para a vaga no STF. De acordo com o jornal O Globo, Martins é o preferido de Flávio por ter sido crítico da Operação Lava Jato. O presidente do STJ tem ganhado mais credibilidade com a CPI da Covid por ter apontado Renan Calheiros (MDB-AL) como relator.


O senador Flávio Bolsonaro explicou que a escolha é totalmente do presidente. "Os dois são capacitados, evangélicos, como quer meu pai, e seriam boas escolhas para o Supremo Tribunal Federal", completou.

Bolsonaro já prometeu que sua próxima nomeação seria "terrivelmente evangélica". Além de agradar os apoiadores, Mendonça teria conseguido apoio também da primeira-dama, Michelle, de acordo com o jornal O Globo. Se de fato for designado à vaga, o advogado-geral da União será sabatinado pelo Senado.



Já planejando uma reeleição, Bolsonaro tem feito articulações para 2023. Com o nome de Aras fora da corrida para essa vaga, o presidente tem dito que colocaria o procurador-geral da República no STF na próxima oportunidade.

Além disso, quem for eleito presidente em 2022 terá que indicar dois ministros para o Supremo no primeiro semestre do mandato. Os designados ocuparão as vagas de Rosa Weber e Ricardo Lewandowski.



Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário