quinta-feira, 8 de abril de 2021

A escalada vertiginosa de Lula arrasa com Bolsonaro nas redes. Seu índice de popularidade alcançou 74,73 pontos numa escala de 100


Um mês após readquirir seus direitos políticos por decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que anulou as condenação da Lava Jato, o ex-presidente Lula teve uma ascensão meteórica nas redes sociais e acabou com a hegemonia de Jair Bolsonaro, que tem na internet sua principal ferramenta de fidelização de grupos de apoio por meio de divulgação de discursos de ódio e fake news.



Dados do Índice de Popularidade Digital (IDP), ranking produzido pela consultoria Quaest, divulgado nesta quinta-feira (8) pela Folha de S.Paulo, mostram que Lula já se encontra em posição de empate técnico com Bolsonaro nas redes: 61,1 contra 63,3, na última medição, no dia 5 de abril.

Em 22 de março, o petista tinha 48,79 pontos. Vinte dias depois – dois após o pronunciamento -, Lula bateu 74,73 pontos, ficando nove dias à frente de Bolsonaro nas menções nas redes.



O desempenho de Lula, que ainda não tem presença tão marcante em todas as redes, deve melhorar nos próximos meses. As atenções da equipe do ex-presidente agora estão voltadas para o Youtube, que tem batido recordes de audiência na transmissão de entrevistas do ex-presidente a jornalistas, como Reinaldo Azevedo.

A métrica do IPD avalia o desempenho de personalidades da política nacional nas plataformas Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Wikipedia e Google. A performance é medida em uma escala de 0 a 100, em que o maior valor representa o máximo de popularidade.




Fonte: Revista Fórum

0 comentários:

Postar um comentário