quinta-feira, 18 de março de 2021

Um dos maiores epidemiologista do mundo, nos EUA, fala que Brasil está sofrendo um genocídio e pede que o mundo nos ajude


Um dos maiores epidemiologistas do mundo, Eric Feigl-Ding, citando um advogado brasileiro que o contatou, afirmou que “o Brasil está sofrendo genocídio”.


Pesquisador formado pela Universidade de Harvard, o médico acredita que o país passa por uma “crise humanitária” e, citando dados da Fiocruz, diz que é “o maior colapso sanitário e hospitalar da história do Brasil”.


“Há algum tempo venho tentando alertar sobre a crise emergente no Brasil. Tão triste que Bolsonaro está fazendo pouco ou nada enquanto seu país arde em chamas”.

Ele cita o que o presidente disse após o país atingir 250 mil mortos e critica:

“As pessoas no Brasil gritam por socorro… Mas esta é a resposta do Bolsonaro à crise de saúde: ‘chega de frescura e mimimi’”.

“Se você tiver que substituir o seu ministro da Saúde mais uma vez – e conseguir um quarto ministro em um ano, talvez o problema não sejam os ministros, talvez seja você”, prossegue.

O epidemiologista ainda fez um último apelo ao mundo ao narrar a tragédia brasileira:


“Esta é a maior emergência de saúde que o Brasil já enfrentou. O mundo precisa ACORDAR e ENVIAR AJUDA AGORA”, afirmou.

Veja sua publicação no Twitter:





Fonte: DCM

0 comentários:

Postar um comentário