segunda-feira, 22 de março de 2021

Rui Costa compara Bolsonaro a “líder de seita que leva milhares à morte”


Em entrevista à GloboNews, o governador da Bahia criticou duramente a postura do presidente diante da pandemia



O governador da Bahia, Rui Costa (PT), detonou o presidente Jair Bolsonaro durante entrevista concedida à GloboNews neste domingo (21) sobre a postura do mandatário de atacar gestores estaduais e municipais e tentar impedir a implementação de medidas rígidas de isolamento social, que têm como objetivo frear a pandemia de Covid-19 em um momento de colapso sanitário e hospitalar.

“Desde o início do governo, o Bolsonaro optou uma estratégia: por ter um governo sem conteúdo, ele optou pela lógica da provocação. Esse governo não tem conteúdo, não tem planejamento”, disse o governador logo no início da pandemia.

Segundo Costa, essa foi a postura do presidente desde o início da pandemia. “Desde o início da pandemia, ele não demonstrou empatia, compaixão ou amor pelo próximo, o tempo todo buscou polarizar, esticar a corda e tentar trazer para o seu lado uma parcela da sociedade”, declarou.



O governador afirmou que Bolsonaro atrapalha a contenção da disseminação do vírus e comparou o presidente com o líder de uma seita que leva seu seguidores à morte.

“Muitos que são seguidores dessa seita, eu chamo isso de seita, têm morrido em casa ou na rua daqueles. Antigamente aparecia muito na televisão casos de suicídio coletivo com o líder de uma seita pregando o suicídio. É algo parecido com o que estamos vendo com o presidente da República se comportando como o líder de uma seita e levando leva milhares de pessoas à morte”, afirmou.


Assista:


"Bolsonaro é o líder de uma seita suicida, que tá chamando todo mundo ao suicídio coletivo" @costa_rui define com exatidão o comportamento do presidente do país.
1,8 mil
587
Compartilhar este Tweet

Fonte: Revista Fórum


0 comentários:

Postar um comentário