terça-feira, 23 de março de 2021

Em pronunciamento, Bolsonaro mente sobre ações do governo na pandemia e agora diz que 2021 será o ano da vacinação


Presidente adota tom diferente em pronunciamento de rádio e TV no dia em que Brasil registra mais de 3.000 mortes pela Covid em 24 horas



Pressionado pelo recorde de mortes e pela escassez de leitos de UTI, de medicamentos para intubação e de vacinas contra Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV na noite desta terça-feira (23) que 2021 será "o ano da vacinação dos brasileiros".

"Estamos fazendo e vamos fazer de 2021 o ano da vacinação dos brasileiros. Somos incansáveis na luta contra o coronavírus", afirmou Bolsonaro, que distorceu ações do governo durante o combate da pandemia e mentiu sobre a sua atuação.

O pronunciamento foi veiculado no dia em que, em apenas 24 horas, 3.158 mortes por Covid-19 foram registradas no país.



Apesar o lento ritmo de vacinação, o presidente prometeu ainda imunizar toda a população até o final de 2021.



Leia mais na Folha de São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário