quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Vereadores rejeitam debate sobre políticas públicas para mulheres em município de SP: “Puro vitimismo”


 Revista Forum - Vereadores de Piracicaba, cidade do interior de São Paulo, rejeitaram na segunda-feira (15) um pedido de audiência pública para debater políticas de gênero. A proposta de debate foi apresentada pelas quatro vereadoras da Câmara e deveria acontecer em março. A proposta havia sido apresentada pelas vereadoras Rai de Almeida (PT), Sílvia Morales, do mandato coletivo A cidade é sua (PV), Alessandra Bellucci (REP) e Ana Pavão (PL). Ao todo, a rejeição obteve 12 votos contra 10.



Um dos vereadores que votou contra a proposta, o bolsonarista Fabrício Polezi (Patriota), argumentou justamente que a pauta é radical e “puro vitimismo”. “Eu entendo que essa pauta é extremamente ideológica, radical, da extrema-esquerda. Isso não passa de um puro vitimismo. Diminui a grandeza da mulher, tendo em vista que as nossas mulheres aqui de Piracicaba são fantásticas. Diante de todos os aparatos, trabalho, empresa, leis, eu desconheço por completo nessa cidade, que é massivamente cristã, alguma lei que proíba as mulheres de terem as suas vidas sem privações. Portanto, esse propósito de audiência pública rebaixa as mulheres”, afirmou na reunião.




Leia a íntegra na Revista Forum 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário