quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Lista da compra de votos: Bolsonaro libera R$ 690 milhões para eleger Lira

 


Jair Bolsonaro autorizou a distribuição de R$ 630 milhões em emendas extras para estados e municípios, como parte da estratégia para eleger Arthur Lira (PP) presidente da Câmara. É apenas parte dos bilhões prometidos pelo Palácio do Planalto a integrantes do Legislativo.


O Antagonista obteve, em primeira mão, o espelho das planilhas (veja abaixo alguns trechos) com os repasses de interesse de deputados federais, governadores e prefeitos, uma vez que são recursos extras para suas bases eleitorais.

O dinheiro em questão sairá dos ministérios do Turismo, Desenvolvimento Regional e Agricultura.


Embora parlamentares e governo aleguem que não há nada de ilegal na prática, trata-se de recurso extraordinário liberado pontualmente às vésperas da eleição para o comando do Legislativo.


Além disso, operações recentes da Polícia Federal mostraram que é alto o risco de desvios, como no caso do flagra do senador Chico Rodrigues com dinheiro nas nádegas e da apreensão de 2 milhões na casa do deputado Josimar Maranhãozinho.

Podem chamar do que quiser, mas é a oficialização da compra de votos.





Fonte: O Antagonista

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário