terça-feira, 14 de julho de 2020

Revisor de soltura de Queiroz negou pedido de prisão domiciliar a diabética de 66 anos, portadora de HIV

Melhor não
Relator do caso de Fabrício Queiroz no STJ, o ministro Felix Fischer rejeitou em junho a transferência para a prisão domiciliar de uma idosa (66 anos) hipertensa, diabética e portadora de HIV que foi condenada por tráfico.

Tá bem

Fischer reforçou o argumento da juíza de primeira instância de que ela estava recebendo os cuidados adequados na prisão. Ele também citou a impossibilidade de saber se ela seguiria os protocolos de higiene em sua residência.

Vamos ver

Queiroz foi autorizado a ir para a domiciliar pelo presidente do STJ,
João Otávio de Noronha. Fischer poderá rever a decisão.

Com Mariana Carneiro e Guilherme Seto


Fonte: Folha de São Paulo
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário