quarta-feira, 15 de julho de 2020

Paulo Guedes insiste em nova CPMF, agora com ajuda do centrão

As articulações de Paulo Guedes com os parlamentares de direita reunidos no chamado centrão visam a obter apoio político para criar a nova CPMF. Segundo o líder do PP Arthur Lira (AL), é possível discutir o imposto com alíquota baixa para financiar o programa Renda Brasil.


Este é um dos argumentos usados por Paulo Guedes e seus aliados para tornar palatável a criação do imposto. Dizer que tem finalidade de financiar um programa social é a forma que o ministro está encontrando para diminuir a aversão de congressistas à CPMF.  


Segundo o líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), aliado do governo Bolsonaro, é possível discutir a contribuição com alíquota baixa, isentando pessoas com renda de até 2 ou 2,5 salários mínimos, para financiar o projeto social, informa o Painel da Folha de S.Paulo. 


Fonte: Brasil 247
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário