quinta-feira, 16 de julho de 2020

Gilmar alerta que Bolsonaro pode ser julgado pelo Tribunal de Haia

Por telefone, os dois tentaram serenar os ânimos

Em conversa com Jair Bolsonaro para tentar apaziguar os ânimos após a elevação das tensões com as Forças Armadas, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), alertou sobre o risco de a gestão brasileira da pandemia do novo coronavírus parar no Tribunal Penal Internacional, em Haia.
O magistrado tem ouvido sobre essa possibilidade durante conversas em Portugal, onde passa o recesso do Judiciário. A interlocutores, afirmou estar estarrecido com a imagem externa do país na pandemia.
Segundo a Folha de S.Paulo, Bolsonaro e o ministro do STF conversaram por telefone na noite da segunda-feira 13/VII. O presidente, então, sugeriu que Gilmar falasse também com o general Eduardo Pazuello e disse que orientaria o ministro interino da Saúde a procurá-lo, o que aconteceu na terça-feira 14/VII.
Pelo relato do jornal, Bolsonaro afirmou em tom apaziguador saber das reclamações sobre o número de militares no Ministério da Saúde e o fato de a pasta ser comandada por um general da ativa. Segundo fontes próximas a Gilmar, no telefonema, Bolsonaro considerou que a crise em torno da declaração estava encerrada.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário