sábado, 4 de abril de 2020

Mandetta chama ex-ministro de “Osmar Trevas” e expõe mais a divisão no governo

Declaração mostrou a indignação do ministro da Saúde pelo fato de que Osmar Terra, que já não faz parte do governo, participou de reunião com Jair Bolsonaro sobre a cloroquina, e ele não


Ao ser excluído da reunião em que o presidente Jair Bolsonaro realizou com médicos, na última quarta-feira (1), para debater o uso da cloroquina, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, não só revelou sua indignação como também expôs a contrariedade com o fato de que o ex-ministro da Cidadania, Osmar Terra, esteve sim nesse encontro.


Segundo revela o diário O Globo, Mandeta a situação se deu no grupo interno de Whatsapp do Democratas (seu partido). O ministro, que não se manifestava no grupo desde o início da crise, viu a notícia sobre a participação de Terra na reunião, e emendou: “Osmar Trevas”.

A reação de Mandetta deixa ainda mais em evidência a divisão que existe dentro do governo, justo diante de uma crise sanitária de proporções mundiais, com o presidente e o ministro da Saúde formando dois grupos em claro conflito.

A presença de Osmar Terra na reunião é estranha se considerado o fato de que ele já não forma parte do governo, mas faz sentido em termos de postura, já que o ex-ministro, assim como o presidente, considera a crise como um exagero, e chegou a comparar o covid-19 com a gripe H1N1.


A reunião da qual Mandetta foi excluído serviu para tratar sobre o uso da hidroxicloroquina em pacientes com covid-19. O medicamento tem sido citado frequentemente por Bolsonaro como cura da infecção, embora sua eficácia ainda não seja totalmente comprovada.


Fonte: Revista Fórum
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário