sexta-feira, 6 de março de 2020

Ministro de Bolsonaro atribui a imprensa a alta do dólar

O Ministro da Economia, Paulo Guedes atribui a imprensa, ao “frisson” , a responsabilidade pela alta do dólar. Moeda alcançou recorde nominal de R$ 4,66, em 12ª alta. Mesmo com intervenção do banco.



O Ministro da Economia atribuiu a imprensa a alta do dólar, que bateu recordes, chegando a R$ 4,65 R$ 4,66 nessa quinta-feira (5). Segundo Guedes, o “frisson” provocado pela imprensa influencia na alta do dólar.  informação é do Valor Investe da Globo.
“Isso aí [flutuação do câmbio] era perfeitamente previsível. Pô, [o dólar] está indo para 4,30, 4,40. Bom, tem o Coronavírus, a desaceleração da economia mundial, tem a incerteza. Havia a incerteza, o que vocês estavam dizendo há um, dois dias atrás? Tá havendo choque entre Congresso e o presidente, não tá havendo coordenação política, quer dizer, se está havendo esse frisson todo, o dólar sobe um pouco”, afirmou o ministro.




Agora Guedes e a trupe bolsonarista, já arranjaram nova desculpa para o fracasso econômico e as sucessivas altas do dólar. Que até pouco tempo atrás, o dólar alto era “bom para todos”, segundo Guedes, pois havia muita empregada doméstica viajando para a Disney.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário