sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Ex-jornalista da Globo humilha Pedro Bial

Sobre Petra Costa, Pedro Bial e mais. Leia, abaixo, o artigo de Cristina Serra

Uma mulher, na flor dos seus 30 e poucos anos, progressista e de um país da periferia do mundo consegue destacar-se no centro mundial do cinema e ser indicada ao Oscar pelo seu documentário. Seu filme, “Democracia em Vertigem”, mostra o que aconteceu recentemente no Brasil e explica, em boa medida, como chegamos aonde chegamos.



Foi o suficiente para despertar a ira, a inveja e o despeito de muitos. Alguns ataques já eram esperados. Mas me surpreendeu a “crítica” feita pelo jornalista Pedro Bial, alguém que deveria prezar pela pluralidade de visões de mundo, algo que está na base da nossa profissão. Quando comecei a trabalhar em TV, em 19… e esqueci (risos) gostava de vê-lo como correspondente em Londres.

“Alguém que deveria prezar pela pluralidade de visões de mundo”. Cristina Serra sobre Pedro Bial, que criticou o filme dirigido por Petra Costa
Pedro Bial tinha um texto criativo, usava bem as palavras. Se bem que eu admirava mesmo a Sandra Passarinho. Sempre sóbria e elegante, uma das pouquíssimas mulheres trabalhando como correspondente no exterior, num setor, naquela época, dominado por homens. Mas, sim, o Bial… Nem que fosse por respeito às mulheres que fazem parte da sua vida (certamente, as há), Bial não poderia ter sido tão grosseiro na crítica que fez ao filme, usando os termos rasteiros que usou.



E eu achava que ele sabia usar bem as palavras. Mas, por que ainda me surpreendo… Bial escreveu a “biografia” do patrão e por quase vinte anos apresentou um lixo chamado ‘BBB’. A cada crítica desse tipo que recebe, Petra Costa sai engrandecida. Já o tal Pedro Bial… deixa para lá.

Por Cristina Serra. Jornalista e escritora. Em redações, passou, entre outros veículos, pela Rede Globo de Televisão. No mercado editorial, é a responsável pelo livro Tragédia em Mariana: A história do maior desastre ambiental do Brasil. Texto publicado originalmente na página da autora no Facebook.


Fonte: Revista Fórum
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário