segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Governo Bolsonaro sabota Cúpula do Clima, que é obrigada a adiar decisões

A sabotagem do governo brasileiro foi decisiva para o fracasso da Cúpula do Clima, que terminou sem resultados neste domingo (15), em Madri


A COP-25, conferência climática da ONU, terminou neste domingo sem conseguir regulamentar o artigo 6 do Acordo de Paris, que trata sobre a criação de um mercado de carbono para incentivar ações de mitigação dos efeitos das mudanças climáticas. Este era o principal objetivo da conferência e só não foi alcançado devido à sabotagem do governo de Jair Bolsonaro. 


A tática de negociação adotada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, bloqueou os entendimentos, segundo observadores e também diplomatas de delegações de países desenvolvidos, informa reportagem de Ana Carolina Amaral na Folha de S.Paulo.


O minisgro de Bolsonaro usou as reuniões bilaterais com países desenvolvidos para pedir dinheiro ao Brasil, como contrapartida para desbloquear a negociação, destaca a reportagem.  
Mensagens trocadas entre negociadores de diferentes países qualificaram a tática brasileira como uma ‘chantagem imatura’. 


Fonte: Brasil 247
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário