quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Eduardo Bolsonaro desdenha de provável expulsão do PSL

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou que a decisão da cúpula do PSL de suspender os seus direitos políticos-partidários por um ano "não o preocupa". O parlamentar disse não estar preocupado com possibilidade de perder a liderança do partido na Câmara e afirmou que se dedicará à formação partido criado por Jair Bolsonaro após o racha dentro do PSL. A sigla suspendeu 14 deputados “bolsonaristas” alvos de processos disciplinares. Eduardo foi um dos quatros parlamentares a receber a maior punição.


"Para ser sincero, não me preocupo com isso (a saída do partido). É óbvio que sair do partido implica em sair das comissões, mas nada disso me faz perder o sono porque a minha moral com o meu público continua a mesma. Agora, eles que vão ter que se explicar", disse ao jornal O Estado de S.Paulo.


"Nunca imaginei que seria cassado por deputados que durante a eleição falaram que ia colocar as suas energias para tentar acabar com a corrupção sendo que eu não cometi nenhum crime. Não roubei, não cometi corrupção e nada disso", acrescentou.


Fonte: Brasil 247
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário