quarta-feira, 8 de maio de 2019

Witzel é denunciado à ONU por recorde de mortes em ações policiais no Rio de Janeiro

Do Uol:

A Comissão de Direitos Humanos da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) denunciou à ONU (Organização das Nações Unidas) o que considera uma “agenda genocida” do governador Wilson Witzel (PSC). Em ofício enviado também à OEA (Organização dos Estados Americanos), a deputada Renata Souza (PSOL), que preside a comissão, ressalta dados do ISP (Instituto de Segurança Pública) e lembra que as mortes em confrontos com policiais no estado do Rio chegaram a um nível recorde no primeiro trimestre deste ano.
De acordo com ela, as 434 pessoas mortas em ações das forças de segurança, entre janeiro e março, estão diretamente relacionadas à permissividade do governador, que se mostra favorável ao “abate” de criminosos que estejam portando fuzis e ao uso de helicópteros como plataformas para realização de tiros durante operações.
(…)


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário