quinta-feira, 2 de maio de 2019

Senador dos EUA cobra hotel de Nova York por evento pró-Bolsonaro: “vai ter convenção do partido nazista

Após empresas cortarem laços com um evento que pretendia homenagear o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em Nova York, o senador democrata Brad Hoylman criticou o hotel Marriott, responsável pela homenagem, por fornecer uma “plataforma pública para um homofóbico”.


Em sua conta do Twitter, o senador afirma: “O hotel Marriott respondeu à minha petição pedindo-lhes para cancelar um evento em homenagem ao homofóbico Jair Bolsonaro como ‘Homem do Ano’, dizendo que eles recebem grupos de todos os valores. O que vem a seguir, sediar a convenção anual do Partido Nazista Americano? Estou furioso”.
“Homofóbicos não merecem uma plataforma pública. Eu não posso acreditar que o hotel Marriott quer fornecer uma no meu distrito. É ofensivo para mim como um homem gay, ainda mais com o 50º aniversário do Stonewall se aproximando”, completa Hoylman.

Fonte: DCM 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário