domingo, 5 de maio de 2019

MPRJ pedirá quebra de sigilo bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro e Queiroz

Da coluna do jornalista Lauro Jardim em O Globo:

Recém-condecorado com a Ordem do Rio Branco por “seus serviços e méritos excepcionais”, Flávio Bolsonaro não terá muito tempo para curtir a mais importante comenda do Itamaraty.
Motivo: o passado voltará a assombrar o primogênito de Jair Bolsonaro. Desde fevereiro nas mãos do promotor Luís Otávio Lopes, do MPRJ, o caso Flávio/Fabrício Queiroz está prestes a andar.
Em breve, o MPRJ vai tornar a dupla formalmente investigada. E pedirá à Justiça a quebra dos sigilos fiscais e bancários do senador e do seu ex-motorista, hoje habitando local incerto.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário