terça-feira, 30 de abril de 2019

Universidades ameaçadas de corte por ministro aparecem em ranking do CRWU entre as ‘melhores do planeta’

Ministro de Bolsonaro disse que UnB, UFF e UFBA serão alvo de cortes por terem permitido que ocorressem atos políticos – classificados por ele como “balbúrdia”



As três universidades citadas pelo ministro da Educação de Jair Bolsonaro, Abraham Weintrab, nesta terça-feira (30), que serão alvo de cortes por terem permitido que ocorressem atos políticos – classificados por ele como “balbúrdia” – em seus campi, aparecem no ranking do World University Rankings (CWRU) entre as mil melhores do mundo.
As universidades citadas são: Universidade de Brasília (UnB), da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA).
Veja o ranking aqui.
De acordo com ele, “Universidades que, em vez de procurar melhorar o desempenho acadêmico, estiverem fazendo balbúrdia, terão verbas reduzidas”, disse Weintrab em reportagem de Renata Agostini, na edição desta terça-feira (30) do jornal O Estado de S.Paulo.
Segundo Weintraub, universidades têm permitido que aconteçam em suas instalações eventos políticos, manifestações partidárias ou festas inadequadas ao ambiente universitário. “A universidade deve estar com sobra de dinheiro para fazer bagunça e evento ridículo”, disse. Ele deu exemplos do que considera bagunça: “Sem-terra dentro do câmpus, gente pelada dentro do câmpus”.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário