segunda-feira, 22 de abril de 2019

“Penetra”, Major Olímpio posa com medalha do Corinthians e é criticado por torcedores: “fora fascistas”

Na nota, o político bolsonarista é chamado de "penetra" e "inimigo do futebol popular". "Persegue as organizações de torcedores e professa uma ideologia de natureza fascista, oposta a tudo que representa o corinthianismo"


O coletivo Democracia Corinthiana emitiu nota em que critica duramente a presença do senador Major Olímpio (PSL/SP) na festa em comemoração tricampeonato paulista do Corinthians no fim da tarde deste domingo (21) no Itaquerão, em São Paulo.
Na nota, o político bolsonarista é chamado de “penetra” e “inimigo do futebol popular”. “Persegue as organizações de torcedores e professa uma ideologia de natureza fascista, oposta a tudo que representa o corinthianismo”.

“O senador não é bem vindo em Itaquera e sua presença configura insulto à Nação Corinthiana. Aqui é o time do povo. Fora fascistas”, diz o texto.
Nas redes sociais, o político disse estar “muito feliz de fazer parte dessa linda festa”.
O Corinthians é o time de coração do ex-presidente Lula, tido como inimigo pelo senador e por todo o clã bolsonarista que compõe o atual governo.
Antes da partida, integrantes do coletivo Democracia Corinthiana ergueram faixas e pediram “Lula livre” no acesso entre o metrô Itaquera e o estádio onde aconteceu a final do campeonato.

Fonte: Revista Fórum
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário