terça-feira, 30 de abril de 2019

IBGE: Desemprego atinge 13,4 milhões e Brasil registra recorde, com 25% da força de trabalho subutilizada

No início do mês, Jair Bolsonaro (PSL) questionou a metodologia da pesquisa, que considera desempregado a pessoa que procurou emprego no período em análise. "É uma coisa que não mede a realidade", disse


Dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o desemprego aumentou mais um vez no último trimestre, atingindo 12,7%, uma alta de 10,2% com relação ao trimestre encerrado em dezembro. Ao todo, 13,4 milhões de brasileiros procuraram emprego no período.
A taxa de subutilização da força de trabalho bateu recorde histórico, chegando a 25% da população economicamente ativa. Isso significa que 28,3 milhões de brasileiros não trabalharam ou trabalharam menos do que gostariam no período.

É o maior índice desde o início da série histórica da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) Contínua, iniciada em 2012. Na comparação com o trimestre encerrado em dezembro, houve alta de 5,6%, ou 1,5 milhão de pessoas.
No início do mês, Jair Bolsonaro (PSL) questionou a metodologia da pesquisa, que considera desempregado a pessoa que procurou emprego no período em análise. “É uma coisa que não mede a realidade“, disse.


Fonte: Revista Fórum
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário