terça-feira, 9 de abril de 2019

55% dos deputados dizem que têm relação ruim ou péssima com Bolsonaro; faltam poucos para o Impeachment

Da Pesquisa XP Congresso.

A terceira rodada da pesquisa XP Investimentos com deputados mostra uma deterioração na percepção sobre o relacionamento da Câmara com a Presidência da República.


Hoje, 55% dos deputados consultados afirmam que é ruim ou péssima a relação da Casa com o Planalto, contra 12% que tinham a mesma percepção em fevereiro. A avaliação de que o relacionamento é bom ou ótimo passou por movimento inverso: hoje, 16% têm essa opinião, contra 57% nas primeiras semanas do ano legislativo.

Foram consultados 201 deputados, entre os dias 26 de março e 4 de abril.



Quando considerados apenas os deputados que não podem ser classificados como de oposição, 44% consideram o relacionamento ruim ou péssimo, enquanto 23% têm avaliação positiva.

Os deputados têm uma percepção melhor sobre o relacionamento individual com o governo: 34% dizem que o contato pessoal com o Planalto é ótimo ou bom, enquanto 30% avaliam essa relação direta como ruim ou péssima. Os números são piores que os de fevereiro, quando 47% tinham avaliação positiva e 19%, negativa.

Entre os consultados, 37% dizem que as demandas encaminhadas ao governo são mal ou muito mal atendidas, contra 23% que se veem bem ou muito bem atendidos pelos órgãos do Executivo. Sem levar em conta os deputados de oposição, os números são 30% (bem ou muito bem) e 33% (mal ou muito mal).

A mudança na percepção sobre o governo não alterou a relação dos deputados com a reforma da Previdência: 76% dos consultados dizem ser necessário reformar o sistema de aposentadorias – eram 77% em fevereiro. Pela primeira vez, os deputados foram consultados sobre os efeitos da reforma: 68% dizem que sua aprovação melhora a perspectiva de crescimento do país.


Fonte: DCM
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário