segunda-feira, 25 de março de 2019

Em “nova fase”, Lava Jato em SP agora inicia perseguição a parentes de Lula

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, com a prisão de Paulo Preto, ex-diretor da Dersa e operador financeiro do PSDB, o foco da investigação muda, sem se aprofundar em outros tucanos implicados nos crimes, especialmente em relação às obras do Rodoanel

Com Lula preso em Curitiba e cada dia mais tolhido de sua liberdade de expressão por meio de uma sequência de decisões arbitrárias, a operação Lava Jato agora se volta aos familiares do ex-presidente.
Reportagem de José Marques, na edição desta segunda-feira (25) da Folha de S.Paulo, revela que procuradores da Operação Lava Jato em São Paulo agora miram o filho, Luis Cláudio, e o irmão, José Ferreira da Silva, o Frei Chico, do ex-presidente.
Como parte do Lawfare conduzido contra Lula, a Polícia Federal pediu o indiciamento do filho de Lula por recebimentos obtidos em sua empresa, a Touchdown, todos comprovados com contratos de prestação de serviços.
Já Frei Chico é alvo de um dos delatores, que diz que o irmão de Lula recebia mesada da Odebrecht. O que nunca ficou comprovado.
Segundo a reportagem, com a prisão de Paulo Preto, ex-diretor da Dersa e operador financeiro do PSDB em São Paulo, o foco da investigação muda, sem se aprofundar em outros tucanos implicados nos crimes, especialmente em relação às obras do Rodoanel.

Fonte: Revista Fórum 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário