sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Especialistas dizem que suspeição de Moro devem anular todas as condenações da Lava Jato

A confirmação do juiz Sérgio Moro para o superministério da Justiça e Segurança Pública, no governo Jair Bolsonaro, também comprovou hoje (1º) a tese de suspeição objetiva do magistrado da lava jato.
Fazendo uma leitura alongada da doutrina norte-americana dos frutos da árvore envenenada (fruits of the poisonous tree), que trata das ilicitudes das provas, por derivação, a suspeição se aplica a todos os casos penais julgados por ele durante a lava jato.

As causas de suspeição do juiz estão dispostas no artigo 254 do Código de Processo Penal (CPP) Brasileiro.

O vice-presidente eleito General Mourão não deixou dúvidas do conluio, nesta quinta, ao afirmar que Moro já havia sido convidado para participar do governo de extrema-direita ainda no primeiro turno.

Fonte: Esmael Morais
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário